Sem categoria

A galinhada caipira e o colorau da minha vó :)

Essa receita é da minha avó e as medidas nunca foram anotadas, era tudo no olho, sabe como?

Tenho replicado há tempos e consegui mensurar um pouquinho os ingredientes que vou compartilhar contigo agora. Ah… será a minha versão… porque a da vó só é viável se a gente morar no sítio e ter habilidade de abater, despenar e picar a galinha antes do preparo.

 

Vai render para 6 pessoas com muita fome;

Por volta de 3h para fica pronto!

 

  • 4 coxas com sobrecoxa de galinha caipira cortada nas juntas e em pedaços menores;
  • 6 punhados de arroz (1 por pessoa)
  • 3 tomates maduros
  • 1 cebolo
  • 1 dente de alho
  • 3 colheres de sopa de extrato de tomate
  • Tomilho, louro e cebolinha a gosto – eu uso 1 ramo grande de tomilho, 1 folha de louro e um maço pequeno de cebolinha
  • Cominho em pó
  • Colorau (a vó usava colorau em tudo, até no feijão e eu nunca entendi o motivo!)
  • Páprica doce
  • Azeite
  • Pimenta Dedo de Moça
  • Sal
  • Suco de 1 limão para marinar a galinha

Lave a galinha e pique em pedaços tipo “passarinho”. Volte a lavar e coloque num refratário com sal, a folha de louro e o suco do limão. Será uma mini marinada de uns 20 minutos, tempo suficiente para você organizar os outros ingredientes. Pique alho bem pequeno assim como a cebola. Corte o tomate em dois e tire as sementes e depois cubos pequenos.

 

Se tiver panela de ferro ficará melhor ainda, mas pode encarar qualquer uma desde que seja grandinha. Aqueça com o fio de azeite no fundo. Agora coloque um pedaço da galinha por vez… pra ela dar aquela selada e fritadinha, sabe? Coloca… frita por todos os lados… tira. É coisa rápida… não é agora que ela vai cozinhar. Repete até fritar todos os pedacinhos e o fundo da panela ficar com aquela crostinha dourada.

 

Agora você coloca a cebola e alho naquele fundinho e refoga por uns 3 minutinhos em fogo médio, depois coloca o cominho, colorau e páprica doce, pode ser 1 colher de chá de cada. Vai formar uma pastinha. Também é hora daquela pimenta dedo de moça… só um tiquinho bem picada sem as sementes dela e o extrato de tomate. Deixa cozinhar por uns 2 minutos.

 

Coloque 1 litro de água quente e mexa para que o fundo da panela (o sabor) seja absorvido pelo líquido. Volte os pedaços da galinha e ali elas vão cozinhar, cozinhar, cozinhar… por umas duas horas. A água vai reduzindo e formando um caldo grosso… e vc coloca mais um pouquinho.

 

Quando a carne estiver macia, mas não desmanchando, você coloca o arroz, o tomate em cubos e a cebolinha e cobre com água quente. Revise o sal. Cozinhe por uns 15min até a água secar. Mais um tiquinho de água fervendo, deligue o fogo e deixe a panela tampada por uns 5 minutos para que o arroz termine de cozinhar e descanse.

Pronto! Nem levou 3 horas!

Quando servir no prato do seu convidado, regue com um fio de boa qualidade, decore com pimenta biquinho e polvilhe com salsinha. Combina um ovo frito de gema mole por cima. E se você achar que ainda falta alguma coisa… sugiro um tantinho de farofa com bacon ao lado do “morrinho” da galinhada!

 

Curtiu? Como é a galinhada da sua família?

 

Cadê a foto da galinhada pronta???

Sabe quando o filho pega seu celular e deixa acabar a bateria? Bem no horário de embalar, receber motoboy… tudo bem rápido e lindo para que a comidinha chegue intacta e deliciosa ao cliente? Foi assim…

 

Prometo fotografar o resultado da próxima!

Deixe seu comentário

vidacomfarinha no instagram
© 2021 VidacomFarinhaDesenvolvido com por