Culinária Afetiva

Memórias são como potinhos de tempero.

São potinhos de sensações armazenados dentro de nós que, quando abertos, nos fazem respirar em outro tempo.

Gostosas, instigantes, cheirosas, picantes, amenas, delicadas.

Boas memórias têm cor, sabor, têm cheiro. Têm o efeito de aguçar os sentidos e transformar momentos simples em experiências especiais.

Memórias são potinhos de temperos, sempre ali, na prateleira, ao lado do fogão, disponíveis para serem usados enquanto a vida borbulha. Sempre prontos para encher o presente de afeto.

E o tempo.

Assim como nas melhores receitas, tempo também é ingrediente.

Tempo e tempero. Mémória e presente. Passado e afeto. Sal. Farinha. E o amor…

Na minha cozinha é onde essa mistura acontece. Na cozinha é onde eu tenho guardado meus melhores potinhos de temperos. É onde o meu tempo gira diferente.

É por isso que escolhi estar na cozinha. É nela que encontrei a medida, que acertei o ponto, que deu a liga de uma vida com farinha, amor e todos os temperos que eu amo.

Culinária afetiva, pra mim, é isso.  É fazer com que toda receita seja sempre com amor integral.

vidacomfarinha no instagram
© 2021 VidacomFarinhaDesenvolvido com por